Python? Melhor não...

A algum tempo decidir aprender uma linguagem de programação para adquirir conhecimento. Já havia estudado HTML/CSS/ECMAscript/jQuery e PHP, mas não foi por cursos tradicionais e nem me ajudaram muito. O codecademy tem, em português, o curso de Python, por isso resolvi fazer. Mas o tempo mostrou que não foi uma boa escolha.

Primeiro achei que a dificuldade fosse minha, mas logo descobri que havia muitos problemas de tradução no sistema da codecademy que atrapalhavam demais. Logo, descobrir que o Python também era cheio de defeitos. Os que eu localizei foram as falhas de comunicação. Há diferença de sintaxe entre as versões, mas a equipe não deixou isso claro em nenhum momento. Apenas pesquisando por minha própria conta descobri as diferenças entre o Py2 e Py3. Tudo bem, mas ai eu descobrir uma possível falha que ao meu ver, pode ser bem grave.
Será? 😱 https://mobile.twitter.com/TechInfected/status/740551671634395136


Eu não sou programador nem nada, mas pelo que eu aprendi a base da programação é True/False. Exemplo: Se você quiser pesquisar pelo seu nome no banco de dados de alguém, a linguagem de programação vai ver que o seu nome consta na lista. Se sim, ele é "True" e retorna o resultado de tudo o que você quer saber, se não, ele é "False" e dirá que ele não tem seu nome lá. Toda e qualquer programação, escrita em qualquer linguagem, tem como estrutura principal o True/False. Uma falha nesse sentido é intolerável.

Até agora essa é a única notícia sobre essa falha. Nem sei se é uma falha mesmo porque ainda estou aprendendo e não vou arriscar, mas é preocupante. Observe que o Ubuntu tem um utilitário importantíssimo que é escrito em python.

Se não há essa falha, não quer dizer que o Python se dê bem. Há um outro detalhe muito importante que deveria aposentar a linguagem. O fato de até hoje não haver nenhum programa reconhecido escrito com ele. São sempre programas pequenos que se limitam a fazer coisas básicas e que poderiam ser facilmente escritos em outra linguagem. Ainda assim, esses programas apresentam problemas. O atualizador do Ubuntu por exemplo, costuma notificar que há atualização quando não há, ou quando estou justamente fazendo a atualização.


Openshot é escrito em Python.

O Openshot é um aplicativo de edição de vídeos básico, mas que simplesmente não é atualizado com frequência é em intervalo de vários meses e até 1 ano. Nele, se você ao revisar o vídeo e deixar o progresso chegar até o final, todo o sistema operacional trava, independente do tempo de vídeo, obrigando a você cortar a energia. Isso é trágico!

Conclusão

Grandes programas são escritos em outra linguagem que não é o Python. Programas importantes no mundo do Linux como o Gimp e o Inkscape, escritos em C e C++ respectivamente (segundo o Wikipedia), estão firmes e fortes em popularidade. Demorei para reconhecer e só reconheci quando vi com meus próprios olhos. Mas um erro que eu reconheço ao espalhar por ai que a onde é Python, mesmo dizendo que não sou programador, e devo pedir desculpas.

Mas calma ai! Você que usa Linux. Eu pensei em programar em Python porque ele está instalado por padrão nos Linux. Bom, o C e C++ também estão todos instalados por padrão no Linux, então tá ai a solução. Eu sei que o pessoal fala que é mais difícil, mas a experiencia mostrou que é bom olhar com nossos próprios olhos.

Extra: Onde Aprender

Além da apostila de C/C++ que disponibilizei no link também tenho o PDF em JAVA da parceria do ministério da educação com o estado do Piauí e com o estado de Minas Gerais (Esse tenho certeza que é permitido porque foi disponibilizado no próprio sítio do Ministério da Educação). Mais se quiser começar desde o começo, há esse PDF de lógica de programação e C. É legal pra entender como surgiu a programação orientada a objeto sabendo como era a programação sem ele.

Comentários

Postagens mais visitadas