Ubuntu Kazam Audio (Resolvido)

Para mim o Ubuntu 16.04 foi um divisor de águas por ser o Ubuntu o único sistema que eu tenho contato durante muito tempo. Foi nessa versão que o sistema não centralizava as configurações do xorg em um único arquivo, mas em uma pasta. Então para configurar o sistema de acordo com seu monitor e placa de vídeo manualmente, basta mover o arquivo .conf renomeado, e já configurado de acordo, para a pasta "/usr/share/X11/xorg.conf.d/". O que o sistema faz é verificar o arquivo com a configuração correta. Essa ideia está também na configuração de aplicativos. Os arquivos estão localizados em uma pasta de mesmo nome no diretório do usuário, assim a configuração não será para todos os usuários. No Kazam não é diferente.

Configurando o arquivo "/home/USUARIO/.config/kazam/kazam.conf" você consegue ativar o áudio. Nada funciona melhor no Linux do que a confiável configuração manual. No arquivo, procure no bloco "[main]" pelo "capture_speakers = False" (para gravar o som da atividade do sistema) e o "capture_microphone = False" (para o microphone) e mude-os para "True". Deve ficar da seguinte forma:

capture_speakers = True
capture_microphone = True




Depois disso, basta controlar o audio do microfone no próprio sistema, usando "configuração de som..." na barra de notificações. Por padrão, o microfone fica em volume muito baixo no Ubuntu. No final dá pra vê que é uma falha no desenvolvimento do ambiente gráfico do Kazam que deve ser resolvido. Mas sabendo que esse problema é fácil de se contornar e o aplicativo tem ótimo desempenho, vale a pena usá-lo para criar vídeos de seu PC funcionando.

Conclusão

Toda vez que você se deparar com um problema, pense que você está usando Linux e há muitos arquivos .conf por ai. Se você não encontrar uma solução fazendo uma pesquisa na internet, talvez a solução seja bem mais prática do que imagina. Não perca tempo procurando, digite sudo updatedb e em seguida use o mlocate para localizar arquivos relacionados ao aplicativo. Eu não demorei muito tempo para descobrir como solucionar o problema do Kazam fazendo dessa forma. No fundo, o Linux é prático assim mesmo.

Comentários

Postagens mais visitadas